Buscar

Limpeza de Pele: remoção de cravos e renovação facial


A pele, especialmente a do rosto, está sempre exposta a fatores como poluição, sol, estresse, variações hormonais, maquiagem, entre outros. Isso faz com que a pele se torne mais oleosa, facilitando a formação de cravos e espinhas. A limpeza de pele, além de regular a oleosidade da pele, pode ajudar no rejuvenescimento facial. A extração das impurezas pode ser feita de forma manual ou por sucção mecânica. O procedimento é mais utilizado no rosto, mas pode ser realizado também no colo e costas, entre outras partes do corpo.


A limpeza de pele é recomendada, principalmente, para remoção de cravos abertos (pontos pretos) ou fechados (pontos brancos), remoção de milio (pequenos cistos salientes causados pelo acúmulo de óleo e pele nos poros) e pontos sebáceos. Serve também para desintoxicar, remover as células mortas e manter a pele macia e saudável, reduzindo a oleosidade. Caso a limpeza de pele seja feita de maneira correta, além de tratar, ajuda a prevenir o surgimento de novas inflamações. Trata-se de um procedimento que visa eliminar cravos e acúmulos de sebo dos poros, porém é contraindicada para remover alguns tipos de espinhas, pois pode, além de inflamar mais, agravar o quadro de acne e deixar cicatrizes.


Os resultados são a pele com a textura mais suave e aparência mais uniforme, devido à esfoliação e à hidratação do procedimento. E não para por ai, a remoção da pele morta e dos cravos promove o clareamento de algumas manchas do rosto, além da renovação celular dando um aspecto mais jovem à face.


O tratamento passa por três etapas: assepsia, esfoliação e extração. Na assepsia, a pele é higienizada com loções de limpeza desengordurantes, com objetivo é remover maquiagem, cosméticos, impurezas e a oleosidade da pele. Já na esfoliação, é feita a aplicação de produtos específicos com efeito abrasivo para promover um afinamento da camada mais superficial da pele, facilitando a extração de cravos e acnes que não estejam inflamadas. E por fim, a extração, na qual a pele é submetida a um vapor com ozônio, para abrir os poros e dar emoliência à pele, facilitando a drenagem das impurezas. Após a limpeza pode ser feito massagens, uso de máscaras e finalização com um bom filtro solar.


Após o procedimento é preciso evitar a exposição ao sol durante dois a três dias.O ideal é realizar uma limpeza de pele a cada 30 ou 40 dias de forma manter todos os benefícios do procedimento. Para quem tem a pele mais oleosa, é recomendado fazer o procedimento com mais frequência que aqueles com a pele normal ou seca.

Pode ser feito isoladamente ou associados a outras técnicas como peeling, luz intensa pulsada, máscara de LED, entre outras.Portanto, o tratamento não é voltado apenas para adolescentes, mas pode ser um forte aliado para procedimentos de rejuvenescimento e hidratação facial em homens e mulheres de qualquer idade.


Faça uma avaliação gratuita com a dermatofuncional, Anna Lipiani, para saber quais os tratamentos indicado para seu caso! Agende pelo telefone: (31) 2510-1303 ou pelo whatsapp: (31) 9727-6611.


Leia também


Luz Intensa Pulsada (LIP): Uma luz no fim da pele!

Jato de plasma: a tendência estética do momento! Ultrassom Microfocado: resultados imediatos e duradouros


19 visualizações0 comentário